Blog

Tecnologias e equipamentos utilizados por empresas de segurança

A cada hora, um lar paulista é invadido. A informação é da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, que divulga regularmente um balanço sobre a criminalidade em São Paulo.

O levantamento mostrou ainda que o número de roubos a residências em 2016 foi o maior em três anos. Só no ano passado foram 10.095 casos dessa natureza, um aumento de 8,5% em relação a 2015.

O cenário é ainda pior. Os dados não incluem os registros de furto, quando não há violência ou ameaça grave ameaça a pessoas.

Segurança eletrônica

Mais do que nunca as empresas de segurança precisam investir em novas tecnologias.

Recente reportagem publicada pelo jornal Estado de São Paulo mostrou que a abordagem dos assaltantes está cada vez mais sofisticada e que eles mostram uma enorme capacidade de reinventar suas táticas para burlar os sistemas das empresas de segurança para entrar em condomínios.

Segundo relatos de moradores de um prédio de São Paulo, um homem invadiu o condomínio alegando ser hóspede de um morador.

Ele entrou em um dos apartamentos e saiu de lá com objetos de valor sem a menor dificuldade. Um incidente que poderia ter sido evitado com os serviços de empresas de segurança confiáveis.  Com isso, o mercado de sistemas eletrônicos de segurança anda a todo vapor.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE), em 2016 o setor registrou um faturamento de R$ 5,7 bilhões, um aumento de 5% em relação a 2015 e a previsão é que esse valor cresça mais 5% até o final de 2017.

Entre os principais Equipamentos de Segurança que compõem esse mercado estão:

  • Videomonitoramento (47%);
  • Sistemas de intrusão/alarmes (24%);
  • Controle de acesso (24%, incluindo portaria remota);
  • Detecção e combate a incêndios (5%).

A Secretaria de Segurança Pública afirmou que, no ano passado, a Divisão de Investigação sobre Crimes Contra o Patrimônio desarticulou pelo menos dez quadrilhas que praticavam roubos a residências, o que resultou no esclarecimento de 35 casos na capital e na região metropolitana.

Ainda assim, esses resultados têm sido insuficientes para garantir a tranquilidade da população, que procura cada vez mais por empresas de segurança. Em resumo, o levantamento mostrou que:

Os assaltos a residência que terminam em morte são mais comuns do que se pensa.

Segundo estudo do Instituto Sou da paz, esse é o tipo de roubo mais frequente em que há latrocínios: 1 em cada 255 casos, ante, por exemplo, a probabilidade de morte em ocorrências contra estabelecimentos comerciais (1 em cada 655) ou cargas (1 em 11.466).

Diante dessas estatísticas, os serviços de uma empresa de segurança confiável são imprescindíveis.

Como encontrar boas empresas de segurança

Existem várias empresas de segurança patrimonial em São Paulo, mas é preciso avaliar as opções com cuidado. O Grupo Megavig tem investido cada vez mais em seleção, treinamento, tecnologia e desenvolvimento de uma política diferenciada para os funcionários de portaria. A companhia, uma das principais empresas de segurança de São Paulo, também conta com a prestação de serviços como:

Além de uma equipe treinada e capacitada, contamos com as principais tecnologias e equipamentos do mercado. Mas, para nós, isso não é o bastante.

Investimos na constante capacitação e estamos sempre em busca das novas tendências do mercado para nos mantermos sempre atualizados.

Ao contratar a Megavig, o cliente tem a certeza de que conta com o que há de mais moderno em termos tecnológicos.

Nosso esforço para continuar sendo uma das principais empresas de segurança de São Paulo é contínuo, meta que só aumenta a relação de confiança entre a empresa e o cliente.

Quer entender melhor sobre nossos Equipamentos de Segurança?

Entre em contato! Nossa equipe está pronta para atendê-lo.

11 5051 0800 / megavig.com.br
Email: contato@megavig.com.br

TOP