Limpeza e Higienização Hospitalar

Inegavelmente o maior medo de qualquer pessoa internada é ter que lidar com alguma contaminação adquirida dentro de um ambiente hospitalar. Contaminações adquiridas nestes ambientes normalmente tem uma tendência de serem difíceis de serem combatidas pois os microrganismos presentes em hospitais e clínicas, de alguma forma, já desenvolveram alguma resistência a certos medicamentos e, portanto, os processos para sua extinção são mais complexos. Médicos e todo o estafe clinico, além dos profissionais do CME (*1) estão constantemente trabalhando para mitigar estes riscos, porém o campo de combate é muito maior. A limpeza e higienização hospitalar

A luta diária no combate a contaminação, porém, engloba muito mais pessoas e departamentos, além de ser muito mais complexa do que se imagina. Este processo exige atenção especial de um grupo de profissionais altamente treinados e capacitados para lutar nesta guerra que não tem fim. Neste exército o componente mais importante é o profissional da limpeza, que atua desde porta de entrada do hospital (ou clínica) até o seu ponto mais central, passando por todos os ambientes.

Você pode não se dar conta, mas sua presença no hospital ou clínica, durante uma visita, é um dos maiores fatores de preocupação para qualquer paciente pois contribui muito para aumentar os riscos de contaminação. Suas roupas, seus sapatos e seus fluidos (saliva, urina, fezes, …), seu dinheiro, seu aparelho de celular, suas mãos carregam uma fonte interminável de microrganismos prontos para se reproduzir, bastando somente para isso encontrar uma fonte de sobrevivência e reprodução.

Por mais que os procedimentos de limpeza  e higienização hospitalar se pareçam, visualmente, com aquele que estamos acostumados a fazer em nas nossas residências, na verdade são atividades altamente técnicas, com produtos muito mais potentes, processos muito bem delineados e ensaiados, demandando atenção a detalhes em níveis completamente diferentes e devem ser somente realizados por profissionais treinados e capacitados para tal função. Profissionais dedicados e que entendem que a limpeza é um dos processos mais importantes e vitais dentro de um estabelecimento de saúde.

Venha conversar conosco para podermos detalhar melhor o nosso plano de ação para cada tipo de situação. Realizaremos uma extensa avaliação do seu cenário e proporemos uma forma de agir de acordo com a sua realidade. Contamos com uma equipe altamente especializada em limpezas e processos de descontaminação de ambientes hospitalares tanto em áreas comuns quanto em quartos de pacientes. Não aceite nada que fuja deste padrão. Não coloque a sua reputação em risco.

Grupo Megavig, serviços de limpeza e higienização hospitalar: profissionais dedicados em ambientes críticos.

(*1) CME (Central de Materiais e Esterilização) – departamento altamente especializado que tem como função limpar, esterilizar e embalar absolutamente todos os instrumentais, ferramentais e diversos itens de apoio (gazes, cânulas, frascos, recipientes, roupas, …)  que estarão em contato com o paciente dentro do centro cirúrgico e nos demais procedimentos em salas de emergência, nos atendimentos ambulatórias e até nos quartos dos pacientes internados. Hospitais e clinicas normalmente investem pesadamente em equipamentos, treinamento e capacitação da sua força de profissionais deste departamento.

Equipe Megavig

Equipe Megavig

Leave a Replay